Header Ads

Quem pode participar da IAM?


Todas as crianças e adolescentes dos 07 aos 14 anos, que o desejarem, podem pertencer à Infância e Adolescência Missionária. Devem gostar e mostrar interesse para concretizar as finalidades e objetivos desta Obra.

A IAM congrega meninos e meninas nas paróquias, escolas, comunidades para a animação e formação missionárias, vivendo e promovendo a comunhão e a cooperação missionária universal.

Antes dos sete anos formam uma seção dos pequeninos que vão sendo introduzidos e acompanhados por seus pais conforme sua capacidade de participação. Ao chegar à adolescência, começa uma nova etapa, ingressando na Juventude Missionária.

São condições para participar:
- Ter entusiasmo, generosidade e ser fiel aos compromissos;
- Assistir e participar ativamente nos encontros do grupo, rezando diariamente, cultivando a devoção à Eucaristia, a Nossa Senhora e ao Papa;
- Ser amigo e contribuir mensalmente em favor das crianças nas missões com ofertas materiais, fruto de gestos concretos de solidariedade.

Como são formados os grupos da IAM?
A IAM forma grupos de crianças e pré-adolescentes integrados por 12 crianças entre os que desejam pertencer à IAM.

Dependendo da realidade paroquial o grupo pode ter menos ou mais crianças, entretanto, é bom que não passe de 20 crianças em um mesmo grupo, pois, fica mais difícil de desenvolver o trabalho! E não é por que em uma paróquia não tenha 12 crianças que não se inicie um grupo da IAM. O número de 12 é muito simbólico, pois lembra o grupo dos 12 apóstolos, aos quais Jesus confiou a Missão da Evangelização até os confins do mundo.

A estrutura principal da Obra são os grupos, cujos membros tornam-se fermento missionário na família, na escola, na comunidade eclesial e no ambiente em que vivem.

Por outra parte, a IAM não se reduz aos grupos, mas oferece a todas as crianças serviços de animação missionária, par que sejam missionárias, mesmo ao participando de grupos de IAM. Pois, estes grupos não são grupos fechados, mas estão abertos e prontos para ajudar todas as crianças. Seu ideal é partilhar a vida missionariamente.

Nos primeiros meses, o grupo das crianças ou dos adolescentes missionários deverá ser orientado pelo assessor(a), que preparará seus membros para caminharem sozinhos.

Na primeira reunião, após o período de orientação, as crianças ou adolescentes farão a escolha para preencher as funções necessárias ao bom funcionamento do grupo: coordenador(a), vice-coordenador(a), secretário(a), tesoureiro(a), responsável pela oração, encarregados das várias funções. É bom que todos os membros do grupo tenham sua função.

A partir do momento da escolha, o grupo tem vida própria. O assessor(a) continua acompanhando o grupo, preparando os encontros junto com o coordenador ou coordenadora, resolvendo possíveis conflitos ou dúvidas, e garantindo a fidelidade ao carisma da IAM: mas não dirigem o grupo.

Lembrete: A coordenação têm a duração de um ano, podendo haver reeleição por mais um ano. Caso seja necessário, o coordenador(a) poderá ser mudado em qualquer momento.


O ASSESSOR DA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA MISSIONÁRIA

O assessor ou assessora da Infância e Adolescência Missionária é, antes de tudo, um amigo de Jesus, que ama a Deus e a todas as pessoas. Dá testemunho de uma autêntica vida cristã e está consciente de sua missão evangelizadora. É pessoa à ação do Espírito Santo, chamada por Deus, para continuar a missão de Jesus, como missionário, profeta e pastor.
A presença e ação do assessor e da assessora é muito importante. Ele/ela acompanha, orienta os grupos das crianças e dos pré-adolescentes para que assumam suas responsabilidades e o protagonismo na ação solidária e na evangelização.

Como deve ser o assessor?
- Ser uma pessoa de oração, que viva o espírito das bem-aventuranças.
- Estar atualizado no que se refere ao seu papel de assessor, seja criativo e conheça a vida e a história das missões.
- Ser humilde e capaz de torna-se criança com as crianças.
- Manifestar atitudes de doação e de serviço às crianças e adolescentes e grande amor às missões.
- Amar Maria, a Mãe de Jesus e Rainha dos Apóstolos.
- Ser apóstolo na família das crianças e com seus educadores.

O que faz o assessor da IAM?
- Orienta, motiva e coordena as crianças, deixando que elas mesmas assumam suas próprias responsabilidades e atuem com espontaneidade e liberdade.
- Impulsiona o espírito missionário universal dos grupos, sendo perseverante, criativo e formativo.
- Programa a ação missionária, de forma continuada, no plano de evangelização da comunidade.
- É sinal de unidade, comunhão e coordenação com os demais grupos afim de que o trabalho seja integrado na pastoral de conjunto.
- Está em comunhão e comunica-se com seu pároco, com a coordenação diocesana da Infância e Adolescência Missionária, com o Conselho Missionário Diocesana (COMIDI), Conselho Missionário Regional (COMIRE) e Pontifícias Obras Missionárias, comunicando suas experiências e recebendo informações e subsídios pedagógicos.
- Transmite entusiasmo, amor a Deus e à Igreja, com seu carinho, compreensão e animação.
- Divulga notícias, subsídios e revistas missionárias.
- Prepara com as crianças-coordenadoras de grupos, os encontros semanais e outras atividades.
- Participa nos encontros e nas atividades da Infância Missionária, nos níveis correspondentes.
- Reza para viver o espírito evangélico das bem-aventuranças e ama.
- Tem amor à Eucaristia, à Virgem Maria e à Igreja.

O Assessor/Assessora da Infância e Adolescência Missionária pode ter vários grupos sob sua coordenação, já que seu papel é assessorar e orientar os coordenadores dos grupos.

Quem pode ser assessor ou assessora?
Podem ser jovens, educadores, catequistas, pais e mães de família, leigos e leigas, seminaristas, vocacionadas, religiosas, religiosos, padres. O importante é que queiram comprometer-se com a ação evangelizadora das crianças, despertando seu protagonismo na evangelização e na solidariedade com todas as crianças da terra.


O COORDENADOR DA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA MISSIONÁRIA

Todo o grupo possui a necessidade de uma certa organização. Foi, também, o que Jesus nos ensinou. Ele escolheu Pedro para ser o coordenador do grupo dos doze Apóstolos. Cada grupo de Infância e Adolescência Missionária escolhe um coordenador.

O que faz a criança coordenadora do grupo?
- Prepara e dirige o encontro semanal, com a colaboração do assessor(a) e das crianças.
- Motiva os integrantes do grupo para que participem e cumpram seus compromissos.
- Coordena seu grupo, tornando o encontro animado, alegre, muito formativo e celebrativo.
- Reza pelas crianças de seu grupo.
- Prepara-se cada vez melhor e participa do Encontro de Líderes Missionários Infantis (ELMI).
- Motiva a todos para que façam mais amigos para Jesus.

- Partilha, entre os demais membros, as responsabilidades de: secretaria, tesouraria, animação, cronometrista, recreação e outras funções.


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.