30 de agosto de 2015

Leigos de Sergipe participam de animação missionária


As dioceses de Estância, Propriá e a arquidiocese de Aracaju (SE), reuniram 64 representantes que são membros da Infância e Adolescência Missionária (IAM), Juventude Missionária (JM), Idosos e Enfermos Missionários, além do Conselho Missionário de Seminaristas (Comise). O Encontro de Animação Missionária (EAM), ocorreu de 21 a 23 de agosto.

29 de agosto de 2015

Diocese de Camaçari realiza formação para assessores da IAM


A Diocese de Camaçari (BA) promoveu no dia 22 de agosto uma manhã de formação para os assessores da Obra da Infância e Adolescência Missionária (IAM), que contou com a participação de 35 assessores oriundos de cinco paroquias e assessoria da coordenadora estadual da Obra, Ana Castro.

28 de agosto de 2015

EFAIAM reúne participantes de cinco dioceses em Limeira (SP)


Nos dias 22 e 23 de agosto, a Paróquia Santa Ana, da Diocese de Limeira (SP), acolheu o Encontro de Formação para Assessores da Infância e Adolescência Missionaria (EFAIAM), que contou com 60 participantes das dioceses de Bragança Paulista, Jundiaí, Piracicaba, Campinas e Limeira.

24 de agosto de 2015

#GotasMissionárias: Seguindo o líder!


Um fato ao mesmo tempo curioso e preocupante são as diferenças entre nossas crianças e adolescentes e a fase em que também fomos crianças ou adolescentes. É interessante trazer à tona essa reflexão. Vou exemplificar lembrando uma brincadeira, talvez nem tão mais usada, chamada "boca de forno" (um tipo de parlenda), que nos desafiava a seguir o "mestre", a "fazer tudo o que ele mandasse", caso contrário "pagaríamos prenda" ou seríamos punidos com um castigo (hoje, um "mico").

22 de agosto de 2015

#FalaSério: No Iêmen, quase dois milhões de crianças obrigadas a abandonar a escola


Prossegue o conflito bélico no país e, entre as graves consequências, está também a obrigação para quase dois milhões de crianças de abandonar as escolas. Até agora, foram fechados 3.600 institutos, estudantes e familiares transferidos para regiões mais seguras. Entre as escolas fechadas, 48 ficaram completamente destruídas, 270 acolhem cidadãos deslocados e outras 68 estão ocupadas por grupos armados.